Histórico

Em 1962 com a criação da Faculdade de Farmácia e da Faculdade de Odontologia, em Campo Grande, tinha início a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Após 46 anos, a Resolução nº 88 de 28 de outubro de 2008 do Conselho Universitário implantou a 316 km de Campo Grande o Câmpus de Ponta Porã (CPPP), cujas atividades iniciaram em 2009, no Bloco I (Figura 1), sob a direção do Prof. Dr. Amaury Antônio de Castro Júnior, que dirigiu o câmpus de 2009 até o ano de 2016. Já naquele ano, o CPPP compartilhava a área com uma das unidades da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS).

 

Figura 1 : Bloco I do CPPP, onde em 2009 passaram a ser ofertadas as graduações em Matemática – Licenciatura e Sistemas de informação – Bacharelado.

 

Os primeiros cursos ofertados foram o Curso de Matemática – Licenciatura e o de Sistemas de Informação – Bacharelado. Logo no ano seguinte, em 2010, teve início a construção do Bloco II (Figura 2).

 

Figura 2 : A) Construção do Bloco II do CPPP. B) Primeiras colunas do Bloco II.

 

Em pouco tempo o Bloco II ficou pronto e foi entregue à comunidade universitária (Figura 3).

 

Figura 3 : Inauguração do Bloco II.

 

Passando a estar, deste modo, disponível para o uso da comunidade (Figura 4).

 

Figura 4: Bloco II. A)vista do corredor do Bloco II, B),vista dos dois prédios do Bloco II, C)vista da entrada do CPPP, D)vista frontal do Bloco II.

 

Entre os anos de 2011 e 2013 as instalações físicas do CPPP abrigaram uma das unidades do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, que passou a ocupar instalações próprias em 2014.

 

Câmpus de Ponta Porã

O município de Ponta Porã foi criado pela Lei Nº 617, de 18 de julho de 1912.  Em 1915 o Governador do Estado de Mato Grosso, Caetano de Albuquerque elevou o município à categoria de comarca. Em 1943, o Presidente Getúlio Vargas criou o Território Federal de Ponta Porã, tendo como capital a cidade de Ponta Porã. Em 1946 este território foi extinto. Em 1977, criou-se o estado de Mato Grosso do Sul, do qual Ponta Porã faz parte atualmente.

Na Educação Básica, conforme dados do MEC, Ponta Porã possui 42 escolas de ensino básico e fundamental. O município conta com duas universidades, a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e mais quatro faculdades do ensino superior privado: Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Ponta Porã; Faculdades Integradas de Ponta Porã e Faculdade de Ponta Porã.

 A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul implantou, em 2008 através da Resolução COUN nº 88 de 28 de outubro de 2008, o Câmpus de Ponta Porã (CPPP). O CPPP é fruto da expansão da oferta do ensino superior promovida pelo REUNI, o Programa de Apoio a Planos de Expansão e Reestruturação das Universidades Federais. com a oferta dos cursos de Graduação em Sistemas de Informação (Bacharelado) e Matemática (Licenciatura), com início das atividades em 2009. Em 2010 teve início o curso de Ciências da Computação, com 50 vagas. Além de acadêmicos de Ponta Porã, o câmpus atende outros municípios da região.

O câmpus de Ponta Porã tem infraestrutura adequada para atender as atividades de ensino, pesquisa e extensão. São salas de aula, biblioteca, auditório com capacidade para 100 lugares, laboratório de informática, área de convívio e salas administrativas.

O REUNI foi instituído pelo governo federal através do Decreto nº. 6.096, de 24 de abril de 2007, e tem como um dos seus objetivos “dotar as universidades federais das condições necessárias para ampliação do acesso e permanência na educação superior”.

É importante destacar que a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), também compartilha do espaço físico da UFMS, oferecendo Cursos de Administração, Contabilidade e Economia.